Tudo sobre a História Beco de paralelepípedos - Tudo sobre a História Bandeira

Deuses Gregos


Deuses Gregos - Os Antecedentes Históricos
Os deuses gregos são uma parte principal da mitologia grega. O nosso conhecimento formal dos antigos deuses gregos pode ser rastreado aos escritos de Homero na Ilíada e na Odisseia (século 8 aC). Além disso, muitos estudiosos acreditam que os mitos foram fortemente influenciados pela cultura micênica que existia na Grécia entre 1700 e 1100 aC. Surpreendentemente, há evidências de que o início da mitologia grega possa ser rastreado até às culturas antigas do Oriente Médio da Mesopotâmia e da Anatólia, pois há muitas semelhanças entre a mitologia delas e a dos gregos antigos.


Deuses Gregos – Os Antecedentes Religiosos e Sociais
Os deuses gregos foram criados pelo homem para explicar o mundo ao seu redor, agir como um meio de exploração, estabelecer a legitimidade e autoridade da antiga aristocracia grega e prover entretenimento para as massas. A religião dos gregos antigos não tinha uma única fonte de escritura como a Bíblia ou o Alcorão. Além disso, os gregos antigos não acreditavam na verdade absoluta tal como praticada por religiões modernas como o Cristianismo e o Judaísmo. Geralmente, uma cidade-estado grega dedicaria-se a um deus ou um conjunto de deuses particular e, dependendo da localização da cidade-estado, as características dos deuses podiam variar muito. Muitas cidades-estados ergueram templos aos seus deuses particulares, e esses deuses eram homenageados em festivais e sacrifícios de animais. Os deuses da Grécia antiga normalmente tomavam a forma humana e viviam em uma sociedade semelhante à sociedade humana. Eles exibiam todas as emoções dos seres humanos e muitas vezes intervinham na história humana. A diferença mais significativa entre os deuses gregos e humanos era que os deuses eram imortais e os seres humanos não eram.


Deuses Gregos - Os Mitos da Criação
É difícil traçar a linhagem dos deuses da Antiga Grécia porque existem vários mitos da criação. Uma combinação de relatos agrupados pelo poeta grego Hesíodo no século 8 aC e um relato escrito pelo mitógrafo (compilador de mitos) Apolodoro tinham sido reconhecidos pela maioria dos gregos antigos. Era assim: O deus Caos (uma brecha) foi a fundação de toda a criação. Deste deus surgiu Gaia (terra), Tártaro (submundo) e Eros (amor). O deus Eros foi necessário para aproximar Caos e Gaia para que pudessem se reproduzir. Caos então criou a noite e o primogênito de Gaia foi Urano (deus dos céus). A união de Caos e Gaia também resultou na criação das montanhas, dos mares e dos deuses conhecidos como Titãs. A interação desses deuses primitivos resultou na criação de vários outros deuses. Estes incluíam figuras bem conhecidas como Afrodite, Hades, Poseidon e Zeus. Zeus eventualmente entrou em guerra com o seu pai (Cronos) e os Titãs. Como resultado deste conflito, Zeus estabeleceu um novo regime no Monte Olimpo. Zeus governava os céus, o seu irmão Poseidon dominava os mares e o seu irmão Hades governava o submundo. A criação dos seres humanos é o resultado de mitos contraditórios. Muitas histórias da criação contavam que o ser humano surgiram diretamente do solo. Em alguns casos, distintas sociedades gregas tinham os seus próprios e singulares eventos da criação. Isto é verdade para os árcades e tebanos, os quais atribuem as suas origens a diferentes homens nascidos da terra, criados em diferentes áreas. Um mito afirma que os seres humanos foram criados da terra e da água, ajudados pelo titã Prometeu com o seu dom de fogo.


Deuses Gregos - O Dilúvio
Os antigos gregos acreditavam em um dilúvio que destruiu toda a humanidade, semelhante ao relato descrito na Bíblia. No mito grego, o dilúvio ocorreu durante a época de Deucalião 1 (1450 aC). Deucalião 1 e sua esposa, Pirra 1, foram avisados com antecedência da vinda do dilúvio e foram ordenados a construir uma arca e enchê-la com provisões. A ira de Zeus para com a humanidade foi a fonte do dilúvio. Zeus tinha ficado enojado com a degeneração dos seres humanos e, em particular, com a prática do sacrifício humano. Zeus reuniu os deuses e decidiu usar água para acabar com a humanidade. Deucalião e Pirra sobreviveram ao dilúvio flutuando na arca que tinham construído. Eles flutuaram durante nove dias e nove noites até quando finalmente pousaram na montanha da Fócida. Quando Zeus percebeu que o mundo era uma piscina de água estagnada no qual apenas Deucalião e Pirra sobreviveram, ele parou a chuva e restaurou a terra. A fim de repovoar o mundo, os deuses instruíram os sobreviventes a lançar pedras sobre suas cabeças. As pedras lançadas por Deucalião tornaram-se homens e as pedras lançadas por Pirra tornaram-se mulheres. Esta recriação por pedra foi usada para explicar a dureza da raça humana. Há um grande número de diferenças entre o mito grego e o relato do dilúvio descrito na Bíblia. Por exemplo, há evidências de que o dilúvio bíblico aconteceu perto de 2500 aC. Além disso, ao contrário do mito grego, Noé e sua família foram salvos juntos com animais suficientes para repovoar o planeta. No entanto, ambos os relatos afirmam que o mundo foi destruído como resultado do pecado da humanidade e que a raça humana foi salva como resultado de alguns indivíduos levando uma vida justa.


Read Deuses Gregos Page 2 Now!

Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutHistory.org, Todos os Direitos Reservados