História do Antigo Israel

História do Antigo Israel

 
Você está aqui: História >> História do Antigo Israel

História do Antigo Israel - Hoje pode durar para sempre
A história é marcada por dias que, por razões boas ou ruins, valem a pena recordar; isso inclui a história do Antigo Israel. O Antigo Israel tem ajudado a moldar o amanhã do nosso mundo desde sua formação pela voz de Deus.

Quando acordamos de manhã, o mundo de hoje assume um novo aspecto e sentido. A única maneira de fazer do hoje algo a ser lembrado é fazê-lo valer a pena, ou seja, fazer algo que fará com que os amanhãs da vida sejam mais inesquecíveis. Quando isso é feito, o hoje durará para sempre.

História do Antigo Israel - Desde a aurora dos tempos
Israel é uma nação que tem existido nos tempos modernos desde 1948, porém, a história do Antigo Israel e seu povo começou desde os primórdios dos tempos. Os primeiros pés a andarem sobre a terra foram de um homem chamado Adão. Todos os povos, nações e tribos acabariam surgindo deste indivíduo. Ele foi um homem criado do próprio pó que varremos no nosso chão todos os dias. Mais tarde uniu-se a uma mulher, Eva, a qual foi literalmente formada de uma costela do seu peito. Estes dois indivíduos, como a nação de Israel acabaria fazendo, andaram com Deus, falavam com Deus e viviam juntos em um paraíso chamado Éden, a sós com Deus. No entanto, sua queda no pecado acabou com tudo isso e tem, desde então, levado à formação do mundo que conhecemos hoje.

Séculos se passaram desde que Adão e Eva andaram no Jardim do Éden. Hoje, a humanidade só pode imaginar o que essas duas pessoas viram durante seu tempo neste planeta. O pouco que sabemos, no entanto, descreve o início do relato mais importante que a humanidade chegará a saber ou entender. É o relato de uma nação que passaria a ser a casa terrena do Salvador de toda a humanidade, Jesus Cristo, o Filho de Deus.

História do Antigo Israel - Como uma nação
Embora o Antigo Israel tivesse muito a ver com muitos eventos maravilhosos e históricos desde a criação de Adão e Eva - como o alagamento da terra e a dispersão das raças - não foi até a chegada de um homem chamado Abraão que o povo realmente começou a formar uma nação.

Abraão, como o capítulo 15 de Gênesis explica, recebeu uma promessa, um pacto de verdade, de Deus. Com esta promessa Abraão foi assegurado de que seu povo seria tão numeroso quanto as estrelas no céu (Gênesis 15:5) e que eles receberiam a terra onde Abraão vivia (Gênesis 15:16-21). Do corpo de Abraão viria a nação mais influente e controversa de todos os tempos. Desde a sua existência como nação, os israelitas têm sido muito amados ou odiados. Através deles muitos têm recebido bênçãos e muitos têm recebido maldições. Através deles, de uma forma ou de outra, somos o que somos por causa de sua existência.

O país receberia o seu nome do neto de Abraão, Jacó. Depois de lutar com Deus (Gênesis 32:22-31), o nome de Jacó foi mudado para Israel. Mais tarde, como previsto por Deus, o povo de Israel entraria na terra prometida. No entanto, isso não aconteceria até que uma série de eventos levassem a nação à escravidão no Egito. José, um dos filhos de Jacó, tornou-se o segundo no comando do Egito e providenciaria ao seu povo um lugar na terra de Faraó. Entretanto, após sua vida, eles perderam o favor de Faraó e foram escravizados duramente por 400 anos. No entanto, Deus escolheu um homem dentre eles para finalmente libertar o seu povo escolhido. Este libertador, Moisés, foi usado por Deus de uma maneira poderosa e sobrenatural para tirar os israelitas do Egito e levá-los à Terra Prometida.

Devido ao pecado onde estavam acampados, ao lado de um ato de desobediência por Moisés, a nação israelita vaguearia pelo deserto por quarenta anos e Moisés nunca mais veria a Terra Prometida. No entanto, Deus proporcionou liderança ao entrarem na Terra Prometida através de um dos principais líderes de Moisés, Josué. Com os rebeldes mortos e uma nova geração em seu lugar, Israel entraria na Terra Prometida e habitariam-na pelos próximos 1500 anos.

O tempo de Israel na Terra Prometida não seria nada pacífico. Durante seus primeiros anos, a nação, governada por Josué e um grupo de juízes e reis, conquistaria a Terra Prometida expurgando-a de todos os povos ímpios. Eles adoraram ao Senhor e começaram a deixar a sua marca como uma nação de influência. Muitos líderes, como Samuel, Rei Davi, Rei Salomão, Elias, Jeremias e Daniel, entre outros, influenciariam a nação e seu povo. No entanto, o país teria dificuldade de andar um caminho reto e obediente diante de Deus. Como resultado, Israel nunca verdadeiramente compreendeu as bênçãos oferecidas por Deus. Na verdade, o Antigo Israel passaria vários anos dividido com uma nação, exilado de sua terra e separado de seu Deus Pai. Israel repetidamente desobedeceria a Deus apenas para voltar em arrependimento sob a graça de Deus. No entanto, com o tempo sua infidelidade os separou de Deus e sua influência histórica começou a diminuir.

No entanto, depois de 400 anos de silêncio, no qual não houve nenhuma comunicação registrada entre Israel e Deus, a influência do Antigo Israel seria sentida mais uma vez e com efeitos eternos. Com estas palavras: "Como está escrito no livro das palavras de Isaías, o profeta: "Voz do que clama no deserto: ‘Preparem o caminho para o Senhor, façam veredas retas para ele. Todo vale será aterrado e todas as montanhas e colinas, niveladas. As estradas tortuosas serão endireitadas e os caminhos acidentados, aplanados. E toda a humanidade verá a salvação de Deus’" (Lucas 3:4-6), um homem chamado João Batista prepararia o mundo para a pessoa mais importante de todos os tempos. Jesus, o salvador de almas, nasceu em Israel. Sua vida, morte e ressurreição tornaram-se o ponto de salvação eterna para todas as gerações e o ponto de conexão do coração humano com Deus.

História do Antigo Israel - Um exemplo para todos
A história do Antigo Israel é um exemplo para todas as nações e povos. Através de seu exemplo, podemos entender a grandeza da graça de Deus e a força do seu poder. Mesmo do ponto de vista prático, nosso mundo de hoje tem aprendido muitas coisas, de como viver uma vida sanitária a como viver pelas leis de nossas sociedades.

Em 70 dC, Israel seria destruído. Seu povo e sua influência, no entanto, continuariam, especialmente através dos muitos que seguiriam o nome de Jesus. Quase 2000 anos depois, Israel recuperou seu status como uma nação e sua influência, embora não aceita por todos, continua a ser uma força poderosa em nosso mundo.

Saiba mais!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Assuntos populares

Antiga Pompeia
Antiga Babilônia
Civilização Asteca
Antigo Egito
Antiga Mesopotâmia
Vale do Indo
Conteúdo adicional ...

Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Como posso crescer com Deus?
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add História do Antigo Israel to My Google!
Add História do Antigo Israel to My Yahoo!
XML Feed: História do Antigo Israel
História Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2016 AllAboutHistory.org, Todos os direitos reservados.