Clicky

Era da Razão

Era da Razão

 - Sociedade Aberta
Você está aqui: História >> Era da Razão

Era da Razão – O que foi a Era da Razão?
A Era da Razão foi um movimento do século XVIII que surgiu imediatamente depois do misticismo, da religião e da superstição da Idade Média. A Era da Razão representou uma gênese no modo como o homem via a si próprio, a busca do conhecimento e o universo. Neste período de tempo, os conceitos de conduta e pensamento que o homem anteriormente tinha agora podiam ser contestados verbalmente e por escrito. Medos de ser proclamado herege ou queimado na fogueira foram descartados. Este foi o início de uma sociedade aberta em que os indivíduos eram livres para buscar a felicidade individual e a liberdade. Política e socialmente, os conceitos imperiais do mundo medieval foram abandonados. A Era da Razão também incluiu o período mais curto chamado de Iluminismo. Durante este tempo ocorreram grandes mudanças no pensamento científico e na exploração. Novas ideias encheram o horizonte e o homem estava ansioso para explorá-las livremente.

O filósofo alemão, Immanuel Kant, definiu o Iluminismo desta forma: "Esse movimento foi a libertação do homem do seu estado auto-provocado de minoria. A minoria é a incapacidade de usar um entendimento sem a direção de outra pessoa. Este estado é auto-causado quando a sua fonte não reside na falta de entendimento, mas na falta de determinação de usá-lo sem a ajuda de outro."

A Era da Razão não precisa necessariamente ser vista como um ponto culminante na história do homem. O homem começou a abraçar uma crença exagerada na perfeição da humanidade com base na razão e pensamento claro, alegremente abandonando a confiança na verdade bíblica e no temor de Deus. Ao deixarem os extremos medievais de misticismo e superstição, eles oscilaram aos outros extremos da razão e da racionalidade, negligenciando as sutis nuanças cinzentas entre eles.

Era da Razão - Racionalidade, Razão e o Iluminismo
A Era da Razão trouxe uma grande mudança à história da trajetória do homem na terra. A razão, racionalidade e iluminação tornaram-se os novos 'deuses'. Durante os 1700 anteriores, a perfeição do homem só podia ser obtida através da graça após a morte. A Revolta Protestante contra a Igreja Católica e as subsequentes 'guerras santas' não fizeram nada para mudar as subjacentes crenças aceitas pela sociedade: a revelação era a fonte da verdade suprema e só podia ser recebida como uma comunicação de Deus. Esta era a base do Cristianismo. Agora, nesta nova era, o homem sentiu-se obrigado a seguir o seu próprio intelecto, não a verdade ‘revelada‘. A Terra e a ênfase na natureza tornaram-se os novos dogmas. Os milagres, profecias e rituais religiosos eram meras superstições. A razão, filosoficamente, é definida como a habilidade de formar e operar sobre os conceitos de abstração, reduzindo as informações ao seu conteúdo elemental, sem emoção. A racionalidade carrega a implicação dupla de inferência ordenada e compreensão juntamente com a compreensão e explicação. A iluminação é mais ou menos a aplicação da razão e da racionalidade a crenças anteriores, resultando em um pensamento mais amplo e mais claro.

A Era da Razão viu a introdução da Revolução Científica e de várias progressões das novas escolas de pensamento. O Dualismo, defendido por Descartes, ensinava que Deus (a mente) e o homem (a natureza) eram distintos. Baruch Spinoza introduziu a ideia do Panteísmo, ou seja, que Deus e o universo são um, e também que "Deus era uma substância constituída por infinitos atributos." Os crentes no Deísmo, descrito como a religião da razão, rejeitaram o Cristianismo como um conjunto de revelações misteriosas e incompreensíveis. A revelação de Deus, de acordo com os deístas, era simples, lógica e clara, uma religião natural que sempre havia existido.

Era da Razão - A Visão Cristã
A Era da Razão foi caracterizada pela rejeição de Deus, negação dos milagres e ataques às básicas crenças cristãs. Durante a Era da Razão, na tentativa de separar-se do misticismo da Idade Média, o homem aplaudiu o intelecto e desdenhou o espírito. Acreditava-se que Deus era incognoscível, se é que existia, e certamente não havia necessidade de comunicação ou revelação divina. A revelação da natureza era o bastante, mostrando tudo o que precisava ser conhecido sobre Deus. O homem agora estava livre para postular suas próprias teorias da existência e ideias sobre a Terra e a sua relação com o sol.

A ironia do período é que embora o homem tenha procurado a Iluminação e tenha acreditado estar iluminado, ele deixou de enxergar as verdades básicas que teriam ficado claras se não tivesse endurecido o seu coração na denúncia de Deus. Sim, de fato, Deus se revela na natureza: "Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite" (Salmo 19:1-2). A glória de Deus é claramente revelada nas obras das mãos de Deus. Só Ele é a fonte da sabedoria e do conhecimento. Em desviar-se da Bíblia, a Palavra de Deus, como a verdade absoluta, o homem tem formulado todos os tipos de teorias para explicar o seu mundo. Entretanto, como 1 Coríntios 3:19a diz: "Pois a sabedoria deste mundo é loucura aos olhos de Deus."

Deus só pode ser encontrado através de um coração de fé. Deus criou o homem com a capacidade de pensar, descobrir e raciocinar. Entretanto, toda busca primeiramente necessita começar com Deus, reconhecendo-o como o autor de todas as coisas e o único com o poder absoluto e autoridade. "O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; todos os que cumprem os seus preceitos revelam bom senso. Ele será louvado para sempre!" (Salmo 111:10).

Aprenda mais!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Assuntos populares

História do Dia dos Namorados
Fatos sobre o Natal
História da Árvore de Natal
História da Ilha de Páscoa
História do Antigo Israel
Fim dos Tempos
Engenharia Genética Humana
Preconceito Racial
Antiga Babilônia
Conteúdo adicional ...

Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Como posso crescer com Deus?
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Era da Razão to My Google!
Add Era da Razão to My Yahoo!
XML Feed: Era da Razão
História Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2016 AllAboutHistory.org, Todos os direitos reservados.